Livros

“1984” de George Orwell

RESUMO DA OBRA

“GUERRA É PAZ. LIBERDADE É ESCRAVIDÃO. IGNORÂNCIA É FORÇA.” Eis o lema do Partido, que domina em um mundo de opressão e autoritarismo. O livro conta a história de Winston Smith, funcionário do ministério da verdade, e que vivia no que seria uma antiga Londres, localizada na Oceânia, o centro do governo do Grande Irmão. Figura essa que era o líder do Partido, que assumiu o poder após uma guerra de escala global. Na cidade, inúmeros cartazes com sua imagem deixavam claro, que ele estava em todo lugar, a todo momento, vendo você!

Nesse mundo opressivo, criado pelo autor George Orwell, o governo vigiava a população a todo momento. Por meio das TELETELAS (televisões) monitoravam as pessoas nas ruas, no trabalho ou em suas casas e transmitiam mensagens e atualizações sobre a situação de um mundo que vivia constantemente em guerra, ora com a Eurásia, ora com a Lestásia espécie de países, que simplificavam o mundo em três grandes estados (Oceânia, Eurásia e Lestásia).

Winston, no ministério da verdade, tinha a função de editar e reescrever notícias conforme o governo ordenava. O passado não existia, pois podia ser alterado e apagado de tal forma que todos sempre acreditariam, independente se as alterações exigidas, fossem de um dia para o outro. Tal como o futuro, que também estava nas mãos do Partido, tamanha a manipulação. Além disso, uma pessoa podia ser apagada da memória de todos e nunca ter existido se assim desejassem. Uma curiosidade no livro, era o uso de uma linguagem simplificada conhecida como NOVAFALA.

Durante a leitura, é possível perceber a solidão do personagem Winston, que acreditava ser o único que colocava em dúvida as ideias do Partido. Além disso, havia o medo de que seus pensamentos causassem sua morte, já que ninguém poderia ir contra o Grande Irmão. “O PENSAMENTO CRIME NÃO ACARRETA A MORTE: O PENSAMENTO CRIME É A MORTE.” Ao decorrer da história,Winston acaba interessando-se por uma moça chamada Júlia. E os dois planejam se encontrar de forma a não serem descobertos, já que relacionamentos também eram estritamente proibidos.

Júlia, apesar de membro do partido e de participar ativamente, revelou a Winston sua rebeldia contra o Grande Irmão e os dois viveram uma espécie de romance proibido. Encontraram nesse romance uma forma de liberdade. Conseguiram um lugar que acreditavam ser seguro, onde havia uma cama confortável, embora cheia de percevejos. Júlia levava itens comprados no mercado negro como pão, açúcar e café verdadeiros, itens que não eram disponíveis livremente à população comum que vivia apenas com o que o governo lhes disponibilizava, como a carne que não era carne. “PARECE CARNE, TEM SABOR DE CARNE, MAS NÃO É CARNE.”

Winston admirava e acreditava que assim como ele, um dos chefes do Partido chamado O’brien podia ter ideais semelhantes aos dele e de Júlia, em relação a todo aquele sistema com conceitos sociais e políticos desiguais, que manipulava e escravizava. Após O’brien convidá-los para uma conversa fora das teletelas, Winston achando que ambos estavam do mesmo lado, confessou seus pensamentos e encheu-se de esperança a respeito de uma revolução. Mas, tudo era apenas uma forma de colocá-los em uma armadilha, pois durante todo o tempo, ele e Júlia eram vigiados por meio de uma teletela oocultada por um quadro, em seu esconderijo.

Ambos foram presos pela POLÍCIA DO PENSAMENTO, levados à tortura extrema e a uma lavagem cerebral a qual faziam todos que fossem contra o Partido acreditarem fielmente que deveriam seguir, obedecer e amar somente ao Grande Irmão. Winston foi solto, mas passou o restante de sua vida bebendo gim barato e jogando xadrez em uma mesa de cafeteria, longe de Júlia.

COMENTÁRIOS PESSOAIS

Confesso, que foi uma leitura demorada da minha parte, mas foi muito indicada por amigos e valeu a pena. Nos faz refletir até que ponto a ficção pode estar ligada à realidade. Além disso, achei interessante conhecer o livro que inspirou o reality show, Big Brother, famoso no mundo inteiro e conhecido como um estudo social a respeito da conduta e relacionamentos humanos. Para quem ainda não conhece, indico essa leitura! Eu não conhecia nenhum livro do escritor George Orwell, mas já estou ansiosa para conhecer outras obras como, “A Revolução dos Bichos” e “Uma vida em cartas”.

INFORMAÇÕES

Capa do Livro: “1984”

Autor: Eric Arthur Blair (George Orwell) escritor, jornalista e ensaísta político inglês, nascido em 25 de junho de 1903, em Motihari na Índia Britânica. Falecimento em 21 de janeiro de 1950.

Referência: ORWELL, George. 1984. São Paulo: Companhia das Letras, 2009.

Gostou dessa publicação? Curta e compartilhe para nos incentivar ainda mais. Até a próxima!

Imagem Destaque: Pixabay

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s